Governo de Trump expõe a juízes argumentos em prol do veto a imigrantes ~ Rádio Paz FM 107.3

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Governo de Trump expõe a juízes argumentos em prol do veto a imigrantes


O governo americano apresentou, ontem, os argumentos para tentar manter em vigor a ordem executiva emitida pelo presidente Donald Trump para barrar a entrada de imigrantes de sete países nos Estados Unidos. Depois de a ação ser alvo da abertura de uma série de ações judiciais, August Flentje, conselheiro especial do Departamento de Justiça, foi interpelado pelos juízes do 9º Circuito da Corte de Apelação, por meio de teleconferência transmitida on-line. Flentje defendeu a posição do governo com base em relatórios do Congresso americano que apontam os países afetados pelo decreto como fontes de preocupação por serem palco de “atividades terroristas”. Para o representante da Casa Branca, a autoridade do presidente e sua avaliação sobre os riscos que o país enfrenta não podem ser questionadas pelos estados americanos.

A expectativa é de que os juízes apresentem a decisão sobre manter ou não a suspensão da ordem executiva presidencial nesta semana. Além de Flentje, a Corte escutou os argumentos de Noah Purcell, que representava os Estados de Washington e de Minesotta, dois estados que processaram Trump pela ordem executiva. O documento emitido por Trump determina o bloqueio de entrada nos EUA de pessoas oriundas de Iraque, Irã, Síria, Iêmen, Sudão, Líbia e Somália por um prazo de 90 dias. O recebimento de refugiados sírios também seria suspenso por tempo indeterminado, enquanto os solicitantes de asilo de outras nações não poderiam ingresar nos EUA por 120 dias. A Casa Branca nega que a medida seja um bloqueio a muçulmanos — algo que Trump defendeu durante a campanha eleitoral —, embora a maioria da população dos sete países afetados pela restrição professe o islã.
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

ANUNCIA AQUI!

ANUNCIA AQUI!